terça-feira, 8 de março de 2016

No Dia da Mulher, Cida Borghetti pede o fim da violência doméstica

 

cida foto
Em mensagem enviada às rádios do Paraná, a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti, defendeu que o 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, seja lembrado também como uma data de combate à violência contra mulher. “Nesse momento nós também levantamos uma bandeira branca. A bandeira da paz, do amor, da união e da família. A violência doméstica compromete o futuro das nossas crianças”, disse
A vice-governadora pediu o apoio dos paranaenses que denunciem os agressores. “Eu peço a todas as famílias, a todas as pessoas que nos ouvem nesse momento para ajudar denunciando o agressor. Disque 180. Não tenha medo. A sua identidade será preservada e nós vamos estar ajudando a salvar uma vida, uma família.”
Desde o início do mês as rádios do Estado estão transmitindo mensagens e informativos com o foco no combate à violência contra a mulher. A ação é uma parceria da Aerp (Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná) com a ONG Mais Marias e tem o apoio do Governo do Estado.Fábio Campana

Um comentário:

Fernando Bastos Nina Ribeiro disse...

Hoje adentraram, em "meu" lar, duas pessoas: uma moça, aparentemente descendente de orientais, a qual eu já a tinha visto dentro deste recinto, e um rapaz o qual, se eu o vi anteriormente, foi pela Internet.
Sou fumante e, algumas vezes, fumo no quintal de "minha" residência.
Meu pai relatou reclamações de um provável vizinho de quintal a respeito de ter encontrado bitucas de cigarro em seu suposto quintal hoje. Meu progenitor, ao me relatar isso; Questionei:
- Será que o réla da puóta ñ possui discernimento auditivo suficiente? Ou mesmo falta de inteligência? Ou será que quer qualquer motivo p/ encrencar?...
As pessoas q adentraram este recinto, o fizeram c/ a permissão do papai...