domingo, 30 de junho de 2013

Assalta Panificadora, foge e morre na fulga

Um motociclista de 33 anos morreu por volta das 16h20 deste domingo (30), após se envolver em um acidente com um automóvel. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele conduzia uma Honda CB-300 de cor preta, e minutos antes havia assaltado uma panificadora na Rua Rio Paraguaçu, no Jardim Oásis. Uma quantia de dinheiro foi encontrada com ele após o acidente. Conforme os policiais, a vítima do assalto identificou o ladrão. Ivy Valsecchi

De acordo com a PM, Cézar de Oliveira trafegava pela Avenida Guatemala e, ao cruzar a São Domingos colidiu contra um Celta com placa de Maringá. O motorista do carro não se feriu. Oliveira tinha passagem por roubo e havia saído da cadeia de Goioerê (163 quilômetros de Maringá), há 11 dias.

A passageira da moto, Stefânia Zavorne, de 27 anos, foi encaminhada à Santa Casa de Maringá. De acordo com a PM, ela não corre risco de morte, e será autuada como cúmplice.

O corpo de Oliveira foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), de Maringá.

O rapaz que morreu, conduzia uma Honda CB-300 de cor preta. Com a vítima, foi encontrada uma quantia de dinheiro. Segundo a PM, minutos antes, o homem havia assaltado uma panificadora na Rua Rio Paraguaçu, no Jardim Oásis. Conforme os policiais, a vítima do assalto identificou o ladrão.

Assalta Panificadora, foge e morre na fulga
#cenasdotransitodemaringa #maringa #radarmaringa

Único hospital de Marialva fecha depois de 50 anos

O único hospital de Marialva, fundado há mais de 50 anos, fechou suas portas na sexta-feira às 18 horas, e agora a população de 31 mil habitantes depende de buscar atendimento médico em cidades vizinhas. Desde a semana passada que o hospital não internava mais pessoas.
O Hospital São Pedro nasceu nos primeiros anos da cidade e no ano passadopassou a chamar-se Hospital Metropolitano, depois que o controle foi assumido pela Rede de Assistência à Saúde Metropolitana, encabeçada pelo Hospital Metropolitano de Sarandi.
A crise do único hospital de Marialva começou a ficar grave há pelo menos cinco anos e neste período o prejuízo passou de meio milhão de reais. A alternativa da família que dirigiu o hospital por mais de 50 anos foi repassá-lo à Rede Metropolitana, mas o problema continuou, especialmente porque a Rede não conseguiu assumir o convênio do estabelecimento e precisaria desembolsar cerca de R$ 800 mil para atender às exigências da Vigilância Sanitária com relação às instalações.
"A tabela do SUS e dos demais planos de saúde está muito defasada e um hospital com pouco mais de 30 leitos não consegue cobrir os custos de funcionamento", disse o superintendente da Rede Metropolitana, médico Carlos Alberto Ferri. Segundo ele, sua empresa arcou mensalmente com prejuízos que vão de R$ 70 mil a R$ 100 mil.O Diario

Veículos do Paraná recebem novo modelo de lacre

Da Redação
Tecnologia usada para emplacamento evita clonagens e fraudes com carros roubados e não altera o valor do serviço
placas
Os  veículos emplacados no Paraná já recebem um novo modelo de lacre, que evita clonagens e fraudes com carros roubados e permite verificar, de forma rápida e confiável, diversos dados do veículo.
A medida não só atende a determinação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) como vai além. “O sistema adotado no Paraná, fruto de convênio entre o Detran e a Associação dos Fabricantes de Placas para Veículos do Estado do Paraná, oferece um nível de segurança muito mais alto do que o dos outros estados e sem aumento no custo final ao consumidor”, afirma o presidente da Afaplacas, Juarez Borges Junior.
O Paraná inseriu um QR Code no lacre, que é um código que pode ser escaneado e lido por aparelhos celulares com câmera fotográfica e acesso à internet. Essa tecnologia evita erros de digitação durante o preenchimento do cadastro do veículo no Detran e agrega ainda mais segurança ao sistema.
“O dispositivo indica o local de fabricação, dados de distribuição e da lacração final, que é realizada após vistoria do veículo. Com o lacre numerado, as informações ficam no banco de dados do Detran e do Denatran e permitem um controle da origem e do destino de cada placa. Além disso, é uma ferramenta que traz mais qualidade aos serviços prestados nas fábricas credenciadas”, explica o diretor-geral do Departamento de Trânsito do Paraná, Marcos Traad.
Segundo ele, o novo lacre, além de evitar clonagem de placas, também reduz os furtos e desvios. Só no ano passado foram registrados 461 casos de clonagem de placas de veículos no Paraná. Traad lembra que em uma única fábrica de placas, entre 2005 e 2012, foram registrados 25.600 boletins de ocorrência por furto de lacres.
Apesar de agregar tecnologia superior à exigida pelo Denatran, a adoção do novo lacre não trouxe qualquer alteração aos preços cobrados do consumidor. “As placas continuam comercializadas como eram antes e os valores também são os mesmos”, diz Borges Junior. A média cobrada pela produção e instalação do par de placas veicular é de R$ 160,00.
“Caso o cidadão identifique notas fiscais de uma mesma empresa com valores diferentes, antes e depois da obrigatoriedade do novo lacre, deve procurar os órgãos de defesa do consumidor e informar a nossa associação”, completa o presidente da Afaplacas.Joice Hasselmann

sábado, 29 de junho de 2013

Oito em cada 10 brasileiros apoiam manifestações


Oito em cada dez brasileiros (81%) apoiam as manifestações que tomaram as ruas do país nas últimas semanas, segundo pesquisa Datafolha. Apenas 15% dizem ser contrários aos protestos.
A maioria –65%– diz acreditar que esses atos trouxeram mais lucros do que prejuízos, enquanto 26% pensam de maneira contrária.
As opiniões sobre os protestos sofrem pequenas variações dependendo do gênero, faixa etária, preferência partidária, escolaridade e região do entrevistado.
Os que mais se opuseram aos protestos têm mais de 60 anos (23%) e escolaridade fundamental (24%) e renda mensal de até dois salários mínimos (20%).
No recorte partidário, 79% dos simpáticos ao PT se disseram a favor dos protestos, menor do que o apoio dos que preferem o PSDB (88%).
A pesquisa Datafolha foi realizada entre anteontem e ontem, com 4.717 entrevistas em 196 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.Fabio Campana

Marcha para Jesus atrai 2 milhões em SP, diz organização


Primeira estimativa de público foi dada pelo apóstolo Estevam Hernandes.
Evento conta com shows de artistas e bandas gospel neste sábado (29).

Luna D'AlamaDo G1 São Paulo

Milhares de pessoas participam da Marcha para Jesus em São Paulo (Foto: Daniel Guimarães/AFP)Milhares de pessoas participam da Marcha para Jesus em São Paulo (Foto: Daniel Guimarães/AFP)
A organização da 21ª edição da Marcha para Jesus estima que 2 milhões de pessoas tenham caminhado da Praça da Luz até a Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, na Zona Norte deSão Paulo, na manhã deste sábado (29). O evento começou às 10h e deve seguir até as 20h, com shows de bandas e grupos gospel.
Fiéis levam faixas para o evento religioso realizado neste sábado (Foto: Letícia Mendes/G1)Fiéis levam faixas para o evento religioso
realizado neste sábado (Foto: Letícia Mendes/G1)
A primeira estimativa de público foi dada pelo apóstolo Estevam Hernandes, da Igreja Renascer em Cristo, que preside o evento. Para ele, as manifestações populares que aconteceram no país nas últimas semanas podem ajudar a explicar o número. “Acredito que muitas pessoas foram motivadas pelas manifestações a estar marchando também”, disse.
Os participantes levaram faixas para o evento deste sábado. Em uma delas, era possível ler "Cura Gay, uma mentira dos ativistas gays", em referência ao projeto que tramita na Câmara e foi aprovado em 18 de junho na Comissão de Direitos Humanos. O projeto de lei determina o fim da proibição, pelo Conselho Federal de Psicologia, de tratamentos que se propõem a reverter a homossexualidade.
Foto postada no twitter do deputado Marco Feliciano, 'Foto Marcha Pra Jesus - EU REPRESENTO VOCÊS!' (Foto: twitter/marcofeliciano)Deputado Marco Feliciano esteve nesta manhã na
Marcha Pra Jesus (Foto: twitter/marcofeliciano)
O deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da comissão, participou do evento em cima de um trio elétrico. Ele publicou foto em seu perfil no Twitter com a mensagem "Eu represento vocês!" escrita na camiseta, uma resposta a manifestantes que afirmam não serem representados pelo deputado.
Os fiéis levaram outras faixas para a marcha, entre elas uma escrita "Procurando Lula" e outra "Manifestação pacífica tem limite. Fora baderna e vandalismo", essa última em referência aos recentes protestos.
O ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), esteve no evento na tarde deste sábado. "É uma festa maravilhosa, da cidadania, um presente para São Paulo. Eu, como prefeito, participei de várias edições. É um dia de muita festa", disse.
O tema da Marcha para Jesus deste ano é "Novo Tempo". Entre as bandas e grupos de música gospel que vão se apresentar ao longo deste sábado estão Renascer Praise, Diante do Trono, Aline Barros, Ao Cubo, Inesquecível, Asaph Hernandes, Davi Sacer, Regis Danese, Mariana Valadão, André Valadão, Cassiane, Thalles Roberto, Marcelo Aguiar e Fernandinho.
Mapa interdições Marcha para Jesus 2013 (Foto: Arte/G1)
A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) bloqueou vias da capital paulista para a realização do evento. Confira:
- A Avenida Tiradentes, sentido Aeroporto de Congonhas, teve sua pista local interditada entre a Rua dos Bandeirantes e a Rua Mauá. Também foi bloqueada da pista expressa, entre a Avenida do Estado e o Túnel Tom Jobim;
- A pista central da Avenida Santos Dumont, sentido Praça Campo de Bagatelle, teve seu trânsito desviado para a pista local em direção à Marginal Tietê, no sentido Ayrton Senna;
- O tráfego no sentido Norte-Sul foi desviado pela Avenida Brás Leme, seguindo pelas avenidas Rudge, Rio Branco e Rótula Central, ou para quem se destina à Zona Sul, pelas avenidas Abraão Ribeiro e Pacaembu. No sentido Sul-Norte, o motorista segue pela pista local do eixo, até a Avenida Tiradentes, Rua Pedro Vicente e Avenida Cruzeiro do Sul;
- A Praça Heróis da FEB e a Avenida Santos Dumont ficarão bloqueadas em ambos os sentidos no trecho entre a Avenida Brás Leme e a a Praça Campo de Bagatelle até as 23h deste sábado.
 

Praça de pedágio em Floresta é tomada pelo MST


A Polícia Rodoviária Estadual informou que há poucos instantes, integrantes do Movimento Sem Terra ocuparam a praça de pedágio da Viapar, no município de Floresta. Até agora, as cancelas foram liberadas de forma pacífica. Várias pessoas de Maringá, Campo Mourão, Peabirú e Engenheiro Beltrão estão se deslocando para o local.Carlão Maringa

Popularidade de Dilma despenca 27 pontos em três semanas e chega a 30% após onda de protestos


Aprovação de gestão foi a pior para um presidente desde o confisco da poupança da era Collor

    Do R7
    Popularidade de Dilma tem registrado frequente queda nas últimas pesquisas realizadas em todo o PaísWilson Dias/24.04.2013/ABr
    O momento de instabilidade da economia brasileira, com bolsas de valores em queda edólar e inflação em alta, somado à onda de protestos que tomou conta do País nos últimos 15 dias, fez com que a aprovação do governo de Dilma Rousseff despencasse 27 pontos percentuais em apenas três semanas, segundo pesquisa do Datafolha, finalizada na noite desta sexta-feira (28).
    Pelo número, é possível afirmar que, em média, somente três em cada dez brasileiros aprovam o atual governo.
    No momento, apenas 30% dos brasileiros consideram a gestão da petista boa ou ótima, sendo que na primeira semana de junho, antes das manifestações que se espalharam pelo Brasil, o número chegava a 57%. Uma pesquisa feita em março mostrou mais que o dobro da aprovação atual: 65%.
    Os entrevistados responderam, também, sobre o desempenho de Dilma frente aos protestos. Para 32%, a postura foi ótima ou boa, enquanto 38% julgaram como regular e outros 26% avaliaram como ruim ou péssima.
    O índice representa a maior queda de popularidade de um presidente desde que Fernando Collor de Mello aprovou o plano econômico que confiscou a poupança dos brasileiros, em 1990. Na época, a aprovação caiu de 71% para 36% no intervalo de três meses.
    A parte da população que considera o governo de Dilma ruim ou péssimo foi de 9% para 25%, sendo que a nota média da petista foi de 7,1 para 5,8, em escala de zero a dez.
    Quando perguntados sobre o desempenho da presidente na reação aos protestos, 30% disseram que foi bom ou ótimo, contra 38% que acharam regular e outros 26% que optaram por ruim ou péssimo.
    A avaliação positiva da gestão econômica do atual governo caiu de 49% para 27%, o que ajuda a explicar a queda da popularidade de Dilma.
    A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos. Foram ouvidas 4.717 pessoas em 196 municípios.R7

    Dilma Rousseff decide que não verá final no Maracanã no domingo


    Estadão
    (Foto:Dida Sampaio/Estadão)
    (Foto:Dida Sampaio/Estadão)
    Depois das manifestações que tomaram as ruas nas últimas semanas, a presidente Dilma Rousseff decidiu não comparecer, neste domingo, ao jogo entre Brasil e Espanha, na final da Copa das Confederações. A ideia inicial de Dilma era estar presente no Maracanã no encerramento do campeonato, apesar de ter recebido uma sonora vaia, em Brasília, na abertura da competição, no estádio Nacional (Mané Garrincha).

    Pedestre de 62 anos morre atropelado por carro

    Um pedestre de 62 anos morreu depois de ser atropelado por um carro na PR-323 na noite de sexta-feira (28).De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) em Cruzeiro do Oeste (a 137 km de Maringá), o acidente ocorreu por volta das 22h30, no km 283 da rodovia, no trecho de Umuarama (a 172 km de Maringá) a Cruzeiro do Oeste. O Toyota Corolla de placas AVB 2422 de Cruzeiro do Oeste, guiado por André Mori, de 26 anos, trafegava pela via quando atropelou Paulo Fernandes, que caminhava sobre a pista de rolamento.
    A vítima, que, assim como o motorista, residia em Cruzeiro do Oeste, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Umuarama.O Diario

    Comitê Popular da Copa anuncia protesto domingo no entorno do Maracanã


    Da Agência Brasil
    maraca
    O Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas do Rio de Janeiro está organizando uma manifestação para domingo (30), no entorno do Maracanã, estádio que as seleções do Brasil e da Espanha disputam, às 19h, a final da Copa das Confederações. As entidades que compõem o comitê vão protestar, sobretudo, contra o processo de urbanização do Rio de Janeiro para os dois megaeventos, que, segundo elas, envolveu remoções forçadas e violação de direitos humanos, e contra a privatização do Maracanã.
    Hoje (28), em entrevista coletiva, os coordenadores do ato informaram que a concentração será na Praça Saens Peña, a cerca de 1 quilômetro  do Maracanã, de onde os manifestantes se dirigirão ao estádio. Depois de anunciarem suas reivindicações, eles vão se dispersar na Praça Afonso Pena, no mesmo bairro.
    O representante da organização Justiça Global e membro da articulação do comitê, Renato Cosentino, disse esperar que não haja qualquer impedimento por parte da polícia na chegada do Maracanã. Ele ressaltou que, se houver bloqueios nas imediações do estádio, a orientação é não furá-los. “O movimento é pacífico. Este é nosso quinto ato, e não temos nenhuma intenção de atrapalhar o jogo.” Cosentino explicou que o objetivo é chegar ao Maracanã, como nas outras manifestações. “Esperamos ter garantia de fazer essa manifestação, é um direito constitucional nosso.”
    O movimento reivindica, sobretudo, a interrupção do que chamaram de elitização e privatização do Maracanã, fim do processo de demolição do Parque Aquático Julio De Lamare e do Estádio de Atletismo Célio de Barros, que fazem parte do complexo desportivo do Maracanã, e da Escola Municipal Friedenreich, no entorno da arena.
    “O Maracanã agora só tem 75 mil lugares, as áreas VIPs [áreas exclusivas] se multiplicaram, e o preço das entradas subiu muito. Além disso, estão retirando pessoas pobres das áreas centrais e nobres para lugares mais distantes, e tudo isso com recursos públicos para os jogos”, lamentou Cosentino. “Estão transformando o Maracanã em um shopping. O Julio De Lamare e o Célio de Barros eram aproveitados diariamente por cerca de 10 mil pessoas que ali se exercitavam, usando-os como equipamentos de saúde. Tirar esses espaços para transformá-los em estacionamento, que é a proposta do projeto de privatização, é um absurdo”, completou.
    Gustavo Mehl, também integrante do Comitê Popular da Copa no Rio, lembrou que protestos paralelos ocorrerão durante todo o domingo em outras áreas da cidade. Ele espera que as manifestações pressionem as autoridades para que ajam de forma mais transparente e democrática, já que, pelas vias legais, as reivindicações sociais não têm sido ouvidas ou acatadas. “Temos uma série de liminares que foram apreciadas diretamente pela presidência do Tribunal de Justiça, que derrubou todas as que tiveram parecer favorável dos juízes de primeira instância.”
    Ele informou que a articulação enviou ao Comitê Olímpico Internacional e à Federação Internacional de Futebol (Fifa) documento com denúncias sobre irregularidades nas remoções, mas, até o momento, não obteve resposta. “Em relação ao Maracanã, em dezembro de 2012, entregamos um documento listando todas as violações, ilegalidades e arbitrariedades que aconteciam no complexo do maracanã à comitiva do Jérôme Valcke [secretário-geral da Fifa].”
    O Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas reúne representantes de comunidades, movimentos sociais, organizações e entidades diversas e de pessoas que contestam a forma como estão sendo geridos os recursos públicos e realizadas as obras de infraestrutura nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, e no Rio de Janeiro, onde serão realizados os Jogos Olímpicos de 2016.Joice Hasselmann

    Mata pai, enterra no quintal e segue a vida


    Um crime brutal choca os moradores da Rua Santo Inácio, no bairro Santa Terezinha, em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. Na noite desta quinta-feira (27), desconfiando do sumiço repentino do aposentado Pedro Correia Martins, de 64 anos, vizinhos invadiram a casa dele e o encontraram já morto, enterrado em uma cova rasa.
    O suspeito de ter cometido o crime é o filho de Martins, identificado como Leandro Correia, de 26 anos. O rapaz foi detido em flagrante e encaminhado à Delegacia de Fazenda Rio Grande. A informação da polícia é que o suspeito teria matado o pai com dois golpes de faca e em seguida o enterrado no quintal da casa em que moravam. Ainda não é possível precisar quando o crime teria sido cometido, mas é fato que por pelo menos alguns dias o filho permaneceu em casa com o pai morto como se nada tivesse acontecido.
    Vizinhos de Martins ficaram revoltado com o que aconteceu. “Olha, este menino que matou era usuário de drogas e sempre dava problema. Nós ficamos revoltados com o que aconteceu. Ontem alguns vizinhos mesmos desenterraram e encontraram o corpo. Agora o que se espera é que a justiça seja feita”, disse à Banda B um homem que pediu para não ser identificado.
    O suspeito está na carceragem da Delegacia de Fazenda Rio Grande, à disposição da Justiça. A informação é que ele cometeu o crime para roubar a aposentadoria do pai e comprar drogas.Fábio Campana

    Condenado a 13 anos, deputado pode estar em liberdade em 4


    Deputado Natan Donadon (PMDB-RO) durante reunião da bancada do PMDB em 2012

    • Deputado Natan Donadon (PMDB-RO) durante reunião da bancada do PMDB em 2012
    O deputado Natan Donadon (ex-PMDB de Rondônia), preso nesta sexta-feira (28) e condenado a 13 anos por formação de quadrilha e peculato, pode conseguir a liberdade daqui a quatro anos se apresentar bom comportamento e não cometer infrações disciplinares.
    "Nenhum dos dois crimes pelos quais ele foi condenado é hediondo", afirma Gustavo Neves Forte, professor da EDB (Escola de Direito do Brasil) e advogado criminalista do escritório Castelo Branco Advogados Associados.
    "Então ele tem o direito a progressão para o regime semiaberto [no qual o detento pode trabalhar ou estudar fora do presídio e retorna à noite] após cumprir 1/6 da pena, e após cumprir mais 1/6 ele pode ir para o regime aberto [no qual cumpre a sentença em uma instalação de segurança mínima e tem total liberdade de movimento]", diz.
    Atendendo a um apelo da presidente Dilma Rousseff, o Senado aprovou na quarta-feira (26), em votação simbólica, um projeto de lei que transforma a corrupção ativa e passiva em crime hediondo. Com isso, esse delito passa a ser considerado tão grave quanto homicídio qualificado e estupro, por exemplo. A medida não é retroativa e não se aplica ao caso de Donadon.
    Além de penas mais severas, a legislação prevê que detentos presos por cometer um crime hediondo só tenham direito à progressão de pena após cumprir 40% de pena em regime fechado. 
    Ampliar

    Vitória das ruas: o que mudou após os protestos pelo Brasil23 fotos

    18 / 23
    PRISÃO POR CORRUPÇÃO: O deputado federal Natan Donadon (PMDB-RO) se entregou à Polícia Federal em 28 de junho, dois dias depois de o STF (Supremo Tribunal Federal) expedir um mandado de prisão contra ele. A Corte julgou os recursos do caso e decidiu, por 8 votos a 1, manter a sentença de 2010, que condenou Donadon a 13 anos e quatro meses de prisão por formação de quadrilha e peculato. Esta é a primeira vez que um parlamentar é condenado à prisão desde a Constituição de 1988 Leia mais Roberto Stuckert Filho/Arquivo/Agência O Globo

    Presídio da Papuda

    O Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde o deputado Natan Donadon (ex-PMDB-RO) vai cumprir 13 anos de prisão por peculato e formação de quadrilha, tem capacidade para 6.500 presos mas abriga atualmente 11 mil, de acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública do DF. O parlamentar se entregou hoje à PF, mas ainda não chegou ao presídio, considerado de segurança máxima.
    O local já abrigou presos famosos, como o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Cachoeira, acusado de liderar um esquema de exploração de jogo ilegal em Goiás, os quatro jovens que incendiaram um índio Pataxó em 1997, um dos sequestradores de Wellington Camargo - irmão da dupla sertaneja Zezé de Camargo e Luciano - e o fazendeiro Darly Alves da Silva, mandante da morte do líder seringueiro Chico Mendes, em 1988. O ex-ativista italiano Cesare Battisti também ficou preso lá.

    O caso

    Natan Donadon foi denunciado pelo Ministério Público de Rondônia sob acusação de, no exercício do cargo de diretor financeiro da Assembleia Legislativa, ter desviado recursos daquele legislativo por meio de simulação de contrato de publicidade que deveria ser executado pela empresa MPJ Marketing Propaganda e Jornalismo Ltda. Outras sete pessoas também foram denunciadas.

    O réu chegou a renunciar ao mandato na véspera do julgamento, em 27 de outubro de 2010, mas assumiu outro logo em seguida, após a condenação. Sua defesa pediu nos recursos a nulidade do processo.
    Em 2010 o STF o condenou a 13 anos e quatro meses de prisão por formação de quadrilha e peculato, mas só agora o STF julgou os recursos que impediam que sua condenação fosse cumprida.
    Donadon é acusado de participação em desvio de cerca de R$ 8 milhões da Assembleia Legislativa de Rondônia em simulação de contratos de publicidade.  

    Homem é morto a tiros dentro de cartório de Curitiba


    O crime aconteceu no Cartório Cajuru, no bairro Cristo Rei.

    Do G1 PR:


    Um homem de 30 anos foi morto dentro de um cartório, em Curitiba, nesta sexta-feira (28). De acordo com a polícia, ele foi atingido por oito tiros, sendo quatro na cabeça e três nas costas. A polícia ainda apura a motivação do crime e, até as 18h, o autor dos disparos não havia sido preso.
    De acordo com a Polícia Militar (PM), a vítima, que estava acompanhada da ex-namorada, chegou a conversar com o atirador em uma área externa do cartório. Pelas imagens das câmeras de segurança é possível ver que a vítima estava sentada em um degrau quando o suspeito se aproxima. Em determinado momento, ele saca a arma e a vítima corre para dentro do tabelionato. O suspeito vai atrás e efetua os disparos. Ele chega a se afastar, porém, retorna e atira novamente. Assustados, alguns clientes saem correndo e outros se abaixam.
    A polícia acredita que as imagens ajudarão na identificação do suspeito. “As imagens são claras. É perceptível a fisionomia dele”, avaliou o delegado Anderson Cassio Franco.
    O delegado disse que não é possível afirmar de o autor dos disparos e a vítima tinham alguma espécie de relacionamento. “Foi constado que o objetivo era realmente atentar contra a vida [da vítima]”, afirmou.
    Segundo a polícia, o homem assassinado não tinha passagem pela polícia.

    sexta-feira, 28 de junho de 2013

    Preços dos combustíveis seguem mais baratos na região que na maioria dos postos de Maringá


    O preço da gasolina em Maringá nesta semana segue na faixa de R$ 2,75 até R$ 2,97, o etanol segue em torno de R$ 1,86 até R$ 2,09 e o diesel varia entre R$ 2,19 a R$ 2,49. Preços da região: No município de Colorado (a 96 km de Maringá) o preço da gasolina segue na faixa de R$ 2,84, o etanol a R$ 1,71 e o diesel a R$ 2,18. Em Marialva (a 20 km de Maringá) a gasolina hoje está sendo comercializada a R$ 2,73 o etanol a R$ 1,82 e o diesel a R$ 2,19. Na cidade de Sarandi a gasolina está sendo comercializada a R$ 2,89, o etanol a R$ 1,89 e o diesel a R$ 2,39. A cidade referência de hoje é Curitiba (a 426 km de Maringá) a gasolina no município é vendida a R$ 2,69, o etanol a R$ 1,79 e o diesel em torno de R$ 2,29. CBN/Blog Carlão Maringá

    MONSTROS!!!


    Da Redação
    tayná
    A Polícia Civil acabou de encontrar o corpo da menina Tayná Aparecida da Silva, em uma valeta na Rua Presidente Faria, próximo ao parque clandestino onde trabalhavam os quatro homens que confessaram o estupro e assassinato da menina. Ela estava desaparecida desde a noite da última terça-feira, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.
    Foto: Gislaine/morado do bairro
    Foto: Gislaine/moradora do bairro

    Quatro rostos da brutalidade
     brutos

    Pela 1ª vez desde 1988, deputado condenado é preso em Brasília


    Donadon está no Centro de Correição da Polícia Militar em Porto Velho, RO (Foto: Reprodução/TV RO).
    Do UOL:
    A Polícia Federal confirmou que o deputado Natan Donadon (ex-PMDB de Rondônia) se entregou à polícia e foi preso na manhã desta sexta-feira (28) após dois dias da sua ordem de prisão. Ele é o primeiro parlamentar preso durante o exercício do mandato desde a Constituição de 1988 e foi condenado a 13 anos e quatro meses de prisão por formação de quadrilha e peculato.
    A PF confirmou também que o deputado já passou pelo IML (Instituto Médico Legal) para para fazer o exame de corpo de delito, que todo detento faz antes de ser preso.
    De acordo com a PF, ele deve vir para a Superintendência da polícia no DF antes de ser preso. Donadon deve ficar detido na ala federal do presídio da Papuda, no Distrito Federal.

    Morador improvisa e pendura carro com cordas para escapar de enchente


    Morador de Jataizinho, no Paraná, pendurou o carro por causa da alta do Rio Tibagi (Foto: Alberto D’Angele/RPC TV)
    Um morador de Jataizinho, no norte do Paraná, precisou amarrar e suspender o carro com cordas para escapar da enchente. Por causa das chuvas na região, o Rio Tibagi chegou a subir quatro metros, segundo a Defesa Civil da cidade, e atingiu as moradias próximas à margem.
    “Levantei às 5h, e vi que ali para baixo da casa já estava cheio d’água. A casa fica um metro mais alto e, se fosse tirar, pegava no meio do carro”, conta Deocleciano Reis, o dono do veículo.
    Após retirar a esposa e os filhos, Deocleciano voltou com um amigo e decidiu pendurar o carro. “Até para a correnteza não levar, porque estava muito forte”. Ele acredita que a atitude evitou um grande prejuízo. “Acho que com uma boa lavagem dá para recuperar”.
    Nesta sexta-feira (28) o governador Beto Richa decretou estado de emergência em 59 municípios do estado. A Defesa Civil informou que mais de 78 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas que atingiram o estado desde o dia 19 até esta sexta-feira (28). Mais de 12 mil pessoas seguem desalojadas, conforme o órgão estadual.
    Segundo a coordenadoria da Defesa Civil de Jataizinho, 22 famílias foram atingidas por causa da chuva na região.

    Gripe faz vítimas em Maringá e em outras 7 cidades do PR

    Onze pessoas morreram - uma delas em Maringá - vítimas da gripe só no mês de junho, de acordo com o boletim divulgado nesta sexta-feira (28) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Essa é a segunda morte registrada em Maringá em decorrência da doença. No Paraná já são 19 mortes confirmadas desde o início deste ano.
    Desse total, 17 foram causadas pelo vírus Influenza A (H1N1), duas pelo vírus Influenza A (H3N2) e uma por Influenza B. Em uma das mortes o paciente estava infectado pelos dois subtipos virais (H1N1 e H3N2) ao mesmo tempo.
    Além de Maringá, a gripe fez vítimas em Cascavel (3), Dois Vizinhos (2), Itaperuçu, Ponta Grossa, Londrina, Umuarama e Itambé. De acordo com a Secretaria de Saúde, oito de pacientes tinham doenças crônicas graves o que pode ter contribuído para o agravamento do quadro clínico.
    Do total de mortes registradas no Paraná, 15 pessoas tinham direito à vacina disponibilizada através da campanha de vacinação, mas apenas três foram imunizadas. Para o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, o dado mostra que os grupos prioritários da campanha realmente são os que correm maior risco.
    "O período de vacinação foi antecipado justamente para que em junho esses grupos de risco já estivessem protegidos. Agora o momento é de focar na prevenção e no tratamento precoce, lembrando sempre da higienização das mãos e dos sinais de alerta da doença", afirmou o superintendente.
    Outra observação frequente nas mortes por gripe foi a busca tardia por atendimento. Em média, as pessoas procuraram o serviço de saúde apenas três dias após o início dos sintomas. “Isso prejudica o tratamento, pois percebemos que a maioria dos óbitos está ocorrendo já na primeira semana após o início dos sintomas”, explica Miriam. 

    Os médicos da rede pública e particular de saúde do Paraná estão orientados a prescrever oseltamivir a todos os casos suspeito de gripe, mesmo sem a confirmação laboratorial. A medida consta no protocolo de atendimento paranaense, pois o antiviral é mais eficaz nas primeiras 48 horas após o início dos sintomas.
    Números
    De janeiro até esta sexta-feira, já foram registradas 514 amostras positivas para o vírus Influenza, sendo que 235 delas se referem ao subtipo A (H1N1), 105 ao subtipo A (H3N2), 170 do subtipo B e quatro do subtipo A (sem distinção).
    Os números não representam o total de casos existentes no Paraná, visto que a gripe não é uma doença de notificação obrigatória. Eles fazem parte do monitoramento realizado pelo Governo do Estado para avaliar o comportamento de 26 vírus respiratórios circulantes no Paraná.
    Veja os principais sintomas da gripe: 
    - Febre repentina 
    - Tosse 
    - Dor de garganta 
    - Dor de cabeça 
    - Dores musculares 
    - Dores nas articulações 
    - Dores nas costas 
    - Falta de ar 
    - Cansaço 
    - Calafrio
    Conheça as principais medidas de prevenção da gripe: 
    - Lavar bem as mãos frequentemente com água e sabão 
    - Evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies 
    - Não compartilhar objetos de uso pessoal 
    - Cobrir a boca e o nariz com o antebraço ou lenço descartável ao tossir ou espirrar 
    - Manter os ambientes arejados, com portas e janelas abertas

    Deputado procurado é paranaense


    O deputado Natan Donadon (PMDB), procurado pela polícia federal desde que teve a prisão decretada pelo Supremo, é paranaense. Nasceu em Porecatu, no norte do estado. Donadon é o primeiro deputado a ter a prisão decretada desde 1988. Foi condenado a 13 anos por peculato e formação de quadrilha. Quando era diretor financeiro da Assembleia Legislativa de Rondônia, na década de 1990, Donadon participou do desvio de valores que, atualizados, chegam hoje a R$ 58 milhões de reais. O dinheiro era desviado por meio de contratos com uma agência de publicidade fantasma. Por enquanto, o paradeiro do deputado é desconhecido.Fábio Campana

    Ficou ruim para os mensaleiros


    Em Brasília, a frase mais repetida é essa: ficou ruim para os mensaleiros. Diante do clamor das ruas, será mais difícil o STF postergar a publicação de sentenças ou reduzi-las. Assim José Dirceu, João Paulo Cunha, José Genoino, Delúbio Soares et caterva voltam a suar frio nas mãos. Se a decisão para o deputado Natan Donadon se repetir, todos vão para a cadeia.

    Médicos aprovam ato nacional contra governo


    Do Josias de Souza:
    Reunidos numa assembleia em São Paulo, cerca de 200 representantes da corporação médica aprovaram a realização de um protesto nacional na quarta-feira (3) da semana que vem. Deve-se a decisão ao anúncio feito por Dilma Rousseff de que o governo vai mesmo “importar” médicos estrangeiros para prestar serviços ao SUS nos fundões do Brasil e na periferia dos grandes centros.
    Os médicos decidiram também divulgar uma carta aberta à categoria e à população brasileira. O texto anota que “a reação das entidades médicas simboliza a resistência dos profissionais e dos cidadãos ao estado de total abandono que afeta a rede [hospitalar] pública”.

    quinta-feira, 27 de junho de 2013

    TSE rejeita embargos e PV aguarda mudança na Câmara de Maringá

    Na noite de hoje, por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral rejeitou os embargos de declaração que tentavam alterar a decisão que vai acabar alterando a composição da Câmara de Maringá. Votaram com o relator, ministro Henrique Neves da Silva, a ministra Luciana Lóssio e os ministros Marco Aurélio, Dias Toffoli, Laurita Vaz, Castro Meira e Cármen Lúcia (presidente). Assim, o Partido Verde de Maringá, confirmada a legalidade de sua aliança com o PDT, aguarda para breve a posse dos vereadores Luizinho Gari e Da Silva, que substituirão Carlos Eimar Mariucci (PT) e Adilson Cintra (PSB).Rigon/Maringá Manchete

    Manifestantes fecham BR-376 e ocupam praça de pedágio

    Cerca de 150 manifestantes ocuparam a praça de pedágio da concessionária Viapar na rodovia BR-376, em Presidente Castelo Branco (a 34 quilômetros de Maringá), e liberaram as cancelas para passagem de veículos nesta quinta-feira (27). O grupo cobra a duplicação do trecho entre as cidades de Mandaguaçu (a 20 quilômetros de Maringá) e Paranavaí (a 77 quilômetros de Maringá).
    No trajeto até a praça de pedágio, os manifestantes bloquearam parcialmente o tráfego na BR-376 - sentido a Paranavaí - provocando um congestionamento de cerca de quatro quilômetros, segundo cálculos da Polícia Rodoviária Federal (PRF). No sentido a Maringá, o tráfego fluiu lentamente com os veículos passando pelo acostamento. Apesar dos transtornos, os motoristas demonstraram apoio ao protesto através de buzinas.
    A chegada dos manifestantes fez os funcionários da concessionária abandonarem as cabines e se refugiarem na sede administrativa da praça. As cancelas foram erguidas liberando os motorista do pagamento das tarifas de pedágios, cujos valores também foram criticados durante o protesto.
    A ocupação da praça foi pacífica e ordeira, sem nenhuma depredação. A PRF acompanhou a manifestação à distância, uma vez que a ordem era intervir apenas em caso de registro de atos de vandalismo.

    Procurada pela reportagem, a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR–PR/SC) disse em nota que "entende o direito constitucional dos manifestantes e esclarece que as tarifas de pedágio são determinadas e autorizadas pelo poder executivo do Estado. Qualquer alteração que se faça necessária dependerá exclusivamente do Governo do Paraná". Sobre a reivindicação de duplicação da BR-376, a ABCR informou que possuir um posicionamento uma vez que o diretor responsável pelo trecho está em viagem.ODiario

    STF determina 1ª prisão imediata de deputado


    Do Globo:
    BRASÍLIA – O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a imediata expedição do mandado de prisão contra o deputado Natan Donadon (PMDB-RO), condenado em outubro de 2010 a 13 anos, quatro meses e dez dias de prisão em regime inicialmente fechado pelos crimes de formação de quadrilha e peculato. É a primeira vez que alguém condenado pelo tribunal será preso desde a Constituição de 1988. Como ainda tinha o direito de recorrer da sentença, Donadon ainda está em liberdade, exercendo o mandato. Na sessão desta quarta-feira, os ministros decidiram que o novo recurso proposto tinha “caráter meramente protelatório” – e, por isso, o réu deveria ser preso.
    Donadon está em Brasília, mas não no Congresso Nacional neste momento. Ele não registrou presença na Casa. A assessoria de imprensa do parlamentar assegurou que ele está na cidade e aguarda orientações dos advogados sobre o que fazer.
    A decisão do Supremo foi tomada no julgamento dos segundos embargos de declaração apresentados pelo parlamentar – uma espécie de recurso do recurso. A defesa alegou que Donadon não poderia ser preso, porque era deputado. Um dia antes de ser condenado pelo STF, Donadon renunciou ao mandato que exercia. No mesmo ano, ele concorreu novamente a deputado, foi eleito para um novo mandato e tomou posse em 2011. Na sessão desta quarta-feira, o ministro Teori Zavascki ressaltou que não há incompatibilidade entre a atividade parlamentar e a prisão.
    - Nos termos da Constituição Federal, não há incompatibilidade entre a manutenção do cargo e o cumprimento de pena de prisão. Não há nenhuma incompatibilidade entre um deputado permanecer no cargo e ser preso. A manutenção ou não do mandato, no caso de condenação definitiva, no meu entender, é uma questão que, neste caso concreto, tem de ser resolvida pelo Congresso e, no caso da prisão em flagrante, nem isto – esclareceu o ministro.
    No mesmo recurso, a defesa questionou eventuais fraudes no inquérito policial que deu origem ao processo. Os ministros concordaram que esse tema foi amplamente discutido no julgamento de outubro de 2010 – e, por isso, não deveria ser novamente analisado em segundos embargos de declaração. Apenas o ministro Marco Aurélio Mello votou contra a execução imediata da pena.
    - Não se pretende esclarecer qualquer ponto obscuro, o que se pretende é o rejulgamento do caso, com a modificação do conteúdo do julgado, para fazer prevalecer a posição do embargante. A matéria foi largamente resolvida em outubro de 2010. Não conheço dos embargos de declaração e, por considerados protelatórios, determino reconhecimento do trânsito em julgado, com expedição do mandado de prisão – concluiu a relatora do caso, ministra Cármen Lúcia.
    A Vara de Execução Penal de Brasília será responsável por colocar a pena em prática. O advogado do réu, Nabor Bulhões, anunciou que vai entrar com revisão criminal no STF – um recurso que, se aceito, pode reabrir o processo.
    Além da pena de prisão, Donadon foi condenado em outubro de 2010 a restituir os cofres públicos de Rondônia em R$ 1,6 milhão. Segundo o processo, ele liderou uma quadrilha que desviava recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia. Os desvios teriam ocorrido entre 1995 e 1998, num total de R$ 8,4 milhões. Os primeiros embargos de declaração ajuizados pela defesa foram negados por unanimidade pelo plenário do STF em 13 de dezembro de 2012.

    Justiça do Paraná condena a operadora Oi a pagar multa por propaganda enganosa


    Da Redação
    oi
    A empresa de telefonia Oi foi condenada pela Justiça do Paraná a pagar multa de R$ 5,54 milhões por danos morais por violação aos direitos dos consumidores. O Ministério Público questionou a falta de informações aos consumidores dos planos “Pluri”, ofertados pela operadora. Ainda cabe recurso.
    Segundo o MP, uma ‘tarifa de completamento da chamada’, não era informada aos clientes, mas incidia em todas as ligações feitas através do plano. O juiz também determinou que a Oi esclareça aos consumidores do plano sobre a incidência da taxa, que seja inserido na fatura do consumidor a possibilidade de adesão ou cancelamento de qualquer ônus, e que respeite a franquia ofertada sem desconto da tarifa de completamento antes de esgotar os minutos contratados. O descumprimento para estas determinações é de R$ 2,5 mil por dia.Joice haselman

    quarta-feira, 26 de junho de 2013

    Vamos começar esta campanha.



    Senado aprova projeto que torna corrupção crime hediondo

    Atendendo a um apelo da presidente Dilma Rousseff, o Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em votação simbólica, um projeto de lei que transforma a corrupção ativa e passiva em crime hediondo. Com isso, esse delito passa a ser considerado tão grave quanto homicídio qualificado e estupro, por exemplo. Na prática, as penas serão mais severas: de 2 a 12 anos passarão a ser de 4 a 12 anos de prisão.
    O projeto também enquadra a prática de concussão (recebimento dedinheiro indevido e obtenção de vantagens por servidor público) como crime hediondo. A pena de 2 a 8 anos de prisão para este delito passará a ser de 4 a 8 anos.
    “Foi um dia de importância histórica para o Senado, que neste momento leva adiante esse conjunto de proposições positivas e mostra que está trabalhando para agir em consonância com os anseios do país”, disse o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).
    A proposta, que tramitava na Casa havia dois anos, ainda precisará passar pela Câmara dos Deputados antes de ir à sanção presidencial. O encaminhamento do projeto, de autoria do senador Pedro Taques (PDT-MT), atende a um pedido da presidente feito durante encontro em Brasília com prefeitos e governadores na segunda (25), quando ela propôs cinco pactos entre as três esferas do poder.
    Ao defender o projeto, Taques observou que “não é possível identificar as vítimas fatais da corrupção”, mas que ela “mata pessoas na porta de hospitais, em estradas onde obras foram mal feitas”. “Temos que admitir que o Senado trabalha mais rápido em função dos protestos. Tenho consciência que não é um projeto que vai resolver todos os males do Brasil, mas é um instrumento no combate à corrução e um avanço importante. Todos somos vítimas da corrupção”, disse Taques.
    Os senadores aprovaram ainda algumas emendas ao projeto original. Uma das emendas, do senador José Sarney (PMDB-AP), inclui o homicídio simples, que não era tipificado como crime hediondo, no rol de crimes hediondos. Outra emenda, do senador Wellington Dias (PT-PI), estendeu o agravamento da punição para o peculato (uso de cargo público para obter vantagem) qualificado por parte de funcionários de carreira do Estado ou agentes políticos (agravamento de 1/3 da pena).
    Dias, líder do PT no Senado, se mostrou favorável à aprovação da proposta e defendeu que a aplicação da lei não seja severa somente com as camadas mais pobres da população. “Não se pode ficar só nos três ‘pês’: pobre, preto e puta”, disse.
    Outras duas emendas, ambas do senador Alvaro Dias (PSDB-PR), também foram aprovadas no Senado. Uma delas era semelhante à de Wellington Dias, sobre peculato, e a outra era sobre o crime de excesso de exação (quando um funcionário público exige um pagamento que sabe que é indevido), que agora passa a ser também hediondo.
    Na tribuna, o líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes Ferreira (SP), defendeu o projeto, mas ironizou o pronunciamento da presidente, que na segunda-feira pediu que a corrupção “dolosa” (intencional) fosse tratada como crime hediondo. “A presidente quer que seja considerado crime hediondo a corrupção dolosa, como se houvesse corrupção que dolosa não fosse.” O Código Penal não prevê a tipificação de corrupção que não seja a dolosa.

    Brasil vence Uruguai e está na decisão da Copa das Confederações

    Albari Rosa / Gazeta do Povo / Gol do volante Paulinho aos 41 minutos do segundo tempo garantiu a vitória do Brasil sobre o UruguaiGol do volante Paulinho aos 41 minutos do segundo tempo garantiu a vitória do Brasil sobre o Uruguai
    COPA DAS CONFEDERAÇÕES

    Com uma vitória por 2 a 1 diante do Uruguai na semifinal desta quarta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte, o Brasil se classificou à decisão da Copa das Confederações. Os gols, da partida mais emocionante para o técnico Luiz Felipe Scolari desde a conquista do penta, em 2002, foram do atacante Fred e do volante Paulinho para a seleção e do centroavante Cavani para o Uruguai.
    "Eu acho que nos últimos 10 anos, depois da Copa do Mundo foi o momento mais emocionante [da sua carreira]. Posso lembrar que Coritiba e Palmeiras foi emocionante por tudo os que os jogadores fizeram", declarou o treinador ao SporTV, referindo à decisão da Copa do Brasil com o Coxa ano passado.
    Ricardo Moraes / Reuters
    Ricardo Moraes / Reuters / Paulinho comemora o gol da vitória brasileira sobre o Uruguai+ ampliar imagem
    Paulinho comemora o gol da vitória brasileira sobre o Uruguai
    A classificação realmente veio de forma emocionante, diante de um público de 57.483 torcedores. Em sua pior apresentação na Copa das Confederações, o Brasil obteve a vitória só fim da partida, quando Paulinho marcou de cabeça aos 41 minutos do segundo tempo. Ante, ainda no primeiro tempo, logo no início da partida, o goleiro Julio Cesar, aos 13 minutos, defendeu cobrança de pênalti do atacante Forlán - eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010.
    O jogo
    Após o apito inicial no Mineirão, nem mesmo o hino nacional cantado pela torcida mesmo com a interrupção da música, como nos jogos anteriores, empolgou o time brasileiro. A equipe canarinho errava muito e esbarrava na boa marcação uruguaia.
    Até que, aos 13 minutos, os visitantes tiveram a chance de abrir o placar quando David Luiz derrubou Lugano na área e o juiz marcou o pênalti. Porém, na cobrança de Forlán, Júlio César pulou no seu canto esquerdo e fez a defesa.
    O Brasil tentou pressionar após o pênalti, mas sem objetividade, com o time muito lento em campo. A torcida no Mineirão começou a pedir a entrada de Jô e Bernard, jogadores do Atlético-MG.
    Mas, aos 41 do segundo tempo, Paulinho acertou um belo lançamento para Neymar. O camisa 10 chutou, o goleiro Muslera rebateu e Fred aproveitou a sobra para chutar para a fundo da rede.
    Foi o 48º gol em 42 jogos do camisa 9 no Mineirão. Nascido em Minas Gerais, com boas passagens pelo América e Cruzeiro, Fred na comemoração às câmeras de tevê: “Aqui é minha casa e quem manda sou eu”.
    Porém, logo no começo da etapa final o mau posicionamento do time brasileiro gerou consequência. Aos três minutos, após bate e rebate na área dos donos da casa, Thiago Silva tocou para Marcelo “na fogueira”. Cavani roubou a bola e chutou rasteiro para empatar a partida.
    A partir dos 20 minutos do segundo tempo, com a entrada de Bernard no lugar de Hulk, o Brasil melhorou, mas ainda sem ser muito objetivo. Até, em um escanteio cobrado por Neymar, aos 41 minutos, Paulinho cabeceou para decretar a classificação brasileira.
    Brasil 2 x 1 Uruguai
    Gazeta Maringa