quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Mãe descobre pelo celular que filha vem tendo relação com padre

A mãe diz que sentiu calafrios ao ler mensagem por mensagem.

Mensagens de WhatsApp lidas, por acaso, pela mãe de uma jovem de 21 anos levaram a uma descoberta que abalou uma família de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, nesta semana.

Um padre da paróquia Santa Rita mantinha um relacionamento amoroso com a jovem. A denúncia foi feita pela mãe da garota ao jornal Diário dos Campos. O nome do padre, que é líder da juventude na igreja, será preservado a pedido da família da garota.

A mãe, que não quer ser identificada, conta que na última quarta-feira, 27, quando via o celular da filha, percebeu o nome de um padre conhecido na relação de contatos. “Achei estranho, porque era a foto dele, mas não tinha escrito o nome padre, e sim, somente o nome dele. Desconfiei daquela intimidade e abri as mensagens”, relata.

A mãe diz que sentiu calafrios ao ler mensagem por mensagem. Em uma delas, a filha dizia que tinha viajado a Tibagi e passado em frente ao motel no qual os dois tinham estado. Em seguida, ela manda uma foto pornográfica ao sacerdote, que responde “delícia” à provocação.

Quando terminou de ler as mensagens, a mãe da jovem conta que procurou pessoalmente o pároco e, em seguida, o fundador da congregação. Na sexta-feira, 29, ela conversou com o bispo dom Sérgio Braschi. “Eu pedi que ele não seja mais padre, porque ele fez voto de castidade, se quiser ter sexo que nunca mais vista uma batina”, frisou.

Segundo a mãe da garota, o contato ficou mais intenso desde o ano passado, depois que a filha terminou um relacionamento. A jovem saiu de casa para morar com um namorado, mas se separou e ficou três meses morando na casa da avó, a poucos metros da casa da mãe. A avó da menina, que também conversou com a reportagem, conta que foi a primeira a desconfiar da relação do padre com a jovem.

“Eles se encontravam quase todo dia. Um dia, estava chovendo bastante, e eles ficaram horas dentro do carro dele, na frente da minha casa”, conta. A avó relata que foi até o veículo, mesmo na chuva, e quando olhou dentro do carro, os dois estavam bem próximos. “Mandei ela entrar na mesma hora”, recorda.Hora da Notícia

6 comentários:

Anônimo disse...

Como ficou essa história?

O Padre voltou a ministrar MISSAS?

Por quê vcs não colocam o nome dele aqui?

Por isso estamos vivendo inúmeros casos desses, as pessoas não querem falar o nome do safado.

Isso mesmo safado, esse canalha casou com a Igreja e vive nas nossas custas, isso sim. Nossas custas!

E Vai ver ele deve fazer isso com muito mais mulheres.

Aqui em Irajá RJ, na Paróquia Nossa Senhora da Apresentação o Padre Gustavo Ribeiro da Silva se envolveu com uma mulher casada, só que para nossa surpresa descobrimos que ele já fez isso em várias paróquias que ele passou.
Dizem até que ele sustenta uma mulher com nome de Renata em Anchieta RJ.

Para que a Igreja mantém um filho da puta desse ainda na Igreja?

A Igreja agora resolveu afastar ele da Ordem.

Vamos ver por quanto tempo esse merda, doente, tarado vai ficar fora da Igreja!

Merecia uma surra!

Sou católico, mais eu não defendo esses tipos de cara.

Temos que ter consciência e alertar nossos Jovens.

Pronto falei......



Anônimo disse...

Esse cara passou aqui em Campo Grande RJ, e aprontou também.

Aí a Arquidiocese transferiu ele para Irajá, espero que desta vez nosso Bispo : Dom Orani mantém ele fora da nossa Igreja.

Acredito que já foram dado as chances que ele merecia.

Arquidiocese do Rio de Janeiro está de Parabéns.

Pelo que eu sei Também esse padre Gustavo Ribeiro da Silva era peixe do Bispo Dom Luiz Herique.

Vamos aguardar em que vai dar isso!

Anônimo disse...

Se alguém tiver mais alguma informação sobre esse Padre Gustavo Ribeiro da Silva, poderia deixar aqui o seu relato.

Temos que tirar esses maus Padres da nossa Igreja.

Anônimo disse...

Se a metade for verdade, ele é um bom filho da puta.

Eu vi no site da Arquidiocese e ele aparece com endereço fico na Paróquia Nossa Senhora da Apresentação Irajá RJ.

Número 144


Eu acredito que a Igreja realmente faça uma investigação seria e apure essas denúncias.

Dom Orani Parabéns por ter afastado esse maníaco.

Anônimo disse...

Pelo que sei ele continua sendo bancado pela Igreja Nossa Senhora da Apresentação em Irajá RJ, Pois realmente ele continua na pagina da Arquidiocese como Vigário.

Uma pergunta que eu faço, Para isso que serve o nosso dinheiro doado com tanto trabalho (suor), dias de dedicação nas festa e muito mais?

Pelo que todos sabem, e isso não é uma mentira, esse Padre Gustavo Ribeiro da Silva anda fazendo merda a muitos anos. Espero realmente a Igreja desta vez tire ele das nossas costas.

Deus é Pai, todos merecem uma chance. Mais esse monstro já teve muitas! Quantas mais será dado a ele.

O Bispo tem que fazer o papel dele, dentro da Igreja.

Acho até que ele o (Bispo) tem como obrigação cuidar com bastante rigor desses casos.

Quanto mais protegerem esses monstros, mais monstros vamos ter, pois a impunidade gera a certeza de que não terá punição alguma.

E a dedicação dos outros Padres, dê que vale?

Estamos de olho neste filho da puta!

Tenho que dar parabéns a ARQUIDIOCESE do RJ pois agora teve punho forte de afastar ele e manter ele fora até hoje 16/08/2017.

Vc é um Padre de merda, e tem dado muita sorte!



Anônimo disse...

Ele está no Instagram como grs48